Consulte o Mestre Delih, o guru das multidões.
Ele dá conselhos e resolve seus problemas, só nao traz a pessoa amada em TRÊS dias.



Quer mais das damas, seu ser insaciável?
Tambem escrevemos em:

>> Penalidade Máxima - Lila, Giovanna, Fabricio, Jeff, Cris, Arnaldo e João dão pitaco no mundo dos esportes.

>> Clube da Lulu - O nome diz tudo. Ale Felix comanda uma revista de mulheres que gostam de escrever.
 

 

 
  Allan Sieber
Azarão
Baxt
Benett
Biscoitão
Biscoito Fino e a Massa
Bituca
Bocozices
Boi
Blog'n'Roll
CocadaBoa
Comentando
Daniell
De Lingua
Dona Greta
Drops da Fal
Elesbão
FlocGel
Fred Leal
Gulinia
Hazel
Hiro-San
Inagaki
Isso so acontece comigo
Jeff Paiva
Jesus, me chicoteia!
Juca
Karina
Kit Basico da Mulher Moderna
Leis de Murphy
Lia
Malvados
Marina W
Mau Humor
Meditabundas
MegaZona
Melhores do Mundo
Mico na Rede
Montreal
Mothern
Movie Spoilers
Nadaver
No Passeio
O Recheio
Pedro Nunes
Rachel
Rebola Que Acomoda
Roberta
Romulo
Santos Passos
Suburbia Tales
Surra de Pao Mole
TelescOpica
Zander
 
 
 

<< current

 

 

 

verão? vote não!







Content copyright protected by Copyscape website plagiarism search




ma english too bad





Site Meter

Powered by:




 
quarta-feira, 29 de novembro de 2006
 

Mais legal do que ir no lançamento do livro dela é ela querendo escrever uma dedicatória pra mim com trocadilho.


arremessado por Giovanna Cantarelli 11:56:00 PM |


segunda-feira, 27 de novembro de 2006
 

Eu não entendo essa coisa de rave. Nego vai pro meio do mato ficar doidão e pagar mico ao som de uma música esquisitíssima. É algo como um acapamento pra gente muderna e descolê.

Deus me proteja.


arremessado por Lilaise 11:14:00 AM |


sábado, 25 de novembro de 2006
 

Eu ri numa cena do Marcos Pasquim na novela do Carlos Lombardi. Ri muito. Somebody shoot me now.


arremessado por Giovanna Cantarelli 7:19:00 PM |


sexta-feira, 24 de novembro de 2006
 

- Rodrigo Santoro é o verdadeiro protagonista de "Lost", salvará a todos e explicará o mistério da série; em seguida, o Brasil será hexacampeão do Mundo, o próximo conclave escolherá um papa tupiniquim e tudo isso será narrado por um Galvão Bueno extasiado.

Eu juro que queria ter pensado nisso.

Mas cá entre nós, lost está ficando infernalmente chato e se eles não resolverem esses problemas logo, vão perder pra Heroes. E eu rolo de rir imaginando diálogo:

Hiro Nakamura entra de pé na porta numa sala onde estão JJ Abrhams* e David Lindeloff*:

JJ: Coé, Hiro, como tu entra assim na minha boca?
HN: Quem falou que a boca tua?
DL: Pô, Japonês, como tu chega assim pegando minha audiência na mão grande.
HN: Japonês é o caraleo, eu sou o Supah Hiro, porra. E, perdeu, playboy. PER-DEU.
JJ: Pô, perdi chefe, mas não precisa esculachar.
DL: Vocês roubaram até o nosso ator-padrão. É muito esculacho nessa vida, viu.


*Eu não sei como escreve e rolou pregs de ficar indo e vindo no imdb.


arremessado por Lilaise 1:21:00 PM |


quinta-feira, 23 de novembro de 2006
arremessado por Giovanna Cantarelli 9:55:00 PM |


terça-feira, 21 de novembro de 2006
 

Pequena Miss Sunshine

Gosto muito, sempre gostei, de textos e filmes que falam de pessoas à margem ou sobre perdedores mesmo. Até porque, se pensarmos em termos de sucesso financeiro, mercadológico, ou de realização profissional, uma minoria bem restrita da população mundial pode ser considerada vencedora. E neste sentido Little Miss Sunshine é, definitivamente, um filme sobre perdedores. Despretensioso e divertido, com direção de Jonatham Dayton e Valerie Faris, o filme sustenta-se bem sobre o competente roteiro do estreante Michael Arndt, com bons diálogos (ou ausência deles em certos momentos) e ótimos personagens: o tio gay e maior especialista americano em Proust, que acaba de tentar o suicídio não só porque seu jovem amante o deixou, mas - pior - trocou-o pelo segundo maior especialista americano em Proust; o filho mais velho, leitor de Nietzsche, que ''odeia todo mundo'' e cumpre voto de silêncio até realizar seu sonho de ser piloto de caça; o pai, quase falido autor de mais uma técnica de auto-ajuda envolvendo ''nove passos para o sucesso''; o avô rebelde e viciado em heroína (interpretado pelo ótimo Alan Arkin), etc. Destaque para a hilária seqüência da apresentação final no concurso Miss Sunshine, em que a família de perdedores chuta o balde e manda um foda-se para a platéia de pseudovencedores. Perdedores do mundo inteiro, uni-vos. Unamo-nos. Nem que seja para mandar se foder os também perdedores que não sabem que o são.


arremessado por Mestre Delih 12:14:00 AM |


sábado, 18 de novembro de 2006
 

- Quantos fãs de James Bond são necessários pra trocar uma lâmpada?
- Onze. Um pra trocar e dez pra reclamar que a original era melhor.

Rá!


arremessado por Giovanna Cantarelli 10:02:00 PM |


sexta-feira, 17 de novembro de 2006
 

Segunda-feira antes das 8 da manhã. Você está naquele humor legalzão indo pro trabalho e tem sempre um corna animadíssimo no teu caminho desejando bom dia e uma boa semana de trabalho. Meu sangue quase ferve, porque, na boa, eu não quero ser lembrada que ainda tenho 5 dias de senzala pela frente e muito menos de que é segunda, porque é sempre um dia meio merda.

E tá o desgraçado lá "bom dia, minha amiga, um ótimo trabalho". Alou, contradição em termos?! Trabalho nunca é bom, alilás, se fosse bom, tinha esse nome não. Não que eu seja uma preguiçosa de marca maior, mas me aponta aí 10 pessoas satisfeitésimas e sem NENHUMA reclamação do trabalho. Quero ver. Pois é.


arremessado por Lilaise 9:47:00 AM |


terça-feira, 14 de novembro de 2006
 

Ontem, na novela das oito*, a Martha diz à irmã que quer um homem que mexa nela por dentro. E o comentário lá em casa é o seguinte: Você precisa de um ginecologista, filha, não de um amante.


*Eu sou do tempo da novela das oito, favor especton.


arremessado por Lilaise 8:39:00 AM |


domingo, 12 de novembro de 2006
 

É puro marketing, freguesinha!

A falta de lógica ao colocar o stand das esteiras eletrônicas de ginástica exatamente do lado da escada rolante no shopping reside no simples fato de que, se a pessoa é preguiçosa o suficiente para precisar da escada rolante, ela jamais vai comprar uma esteira. Não?


arremessado por Giovanna Cantarelli 11:53:00 PM |


sexta-feira, 10 de novembro de 2006
 

O Outro Lado Da Arte
.

Pois é. Resolvemos aderir à futilidade que abunda, muita bunda, na mídia contemporânea e, atendendo ao interesse púbico, mostramos aqui flagrantes exclusivos dos cofrinhos de duas personalidades do mundo da arte: O Pensador e a Vênus de Milo. Admitamos aliás que, para uma senhora de 2136 anos (eu disse anos), esta última possui um belíssimo cofrinho...


arremessado por Mestre Delih 1:27:00 AM |


quinta-feira, 9 de novembro de 2006
 

Sai da frente!

Depois de Jacques Villeneuve, Nico Rosberg e Nelsinho Piquet, mais um filho de ex-piloto chega à Fórmula-1. Kazuki Nakajima, filho do lendário Satoru Nakajima, é o novo piloto de testes da Williams.

Isso é Trash 80's, literalmente, em outra pista.. Aê Tonyy! Pagaram os direitos autorais?


arremessado por Giovanna Cantarelli 12:02:00 AM |


terça-feira, 7 de novembro de 2006
 

Você sabe que perdeu a identidade quando ninguém te chama pelo nome no trabalho. E a ascensorista que nunca perguntou mesmo, atribui um adjetivo qualquer pra se referir a você. Tá complicado lidar com tudo isso.


arremessado por Lilaise 10:04:00 AM |


sábado, 4 de novembro de 2006
 

Momento Google.


É difícil acreditar nas buscas que esse povo faz na internética e acaba caindo aqui.


Por que não se pode ficar sem roupa espacial na lua

Porque senão o gualda espacial te plende.


Duelo animal cavalo x touro

Ganhou o burro.


Como o homem de escorpião trai

Dando o rabo?


Alguém

Comprovando, como vimos na última aula de psicologia de botequim aplicada, que o ser humano está sempre na busca constante da plenitude na forma de sua cara-metade, colocando no outro o referencial para a sua própria felicidade. Nunca deixa de procurar alguém, mesmo que seja no farejador do ig.


arremessado por Giovanna Cantarelli 3:17:00 AM |


quarta-feira, 1 de novembro de 2006
 

Fazendo piada velha no ambiente de trabalho.

Coincidentemente, eu venho ontem trabalhar toda de preto. E o povo começa a perguntar se era e propósito e etc. E eu: é que eu vim de vassoura hoje e queria um modelón que justificasse.

Porque o fato de vestidinho que eu usava ser um escândalo, ninguém notou, né?


arremessado por Lilaise 12:13:00 PM |